segunda-feira, 27 de julho de 2020

Duas pessoas envolvidas com tráfico em bairros de Rondonópolis são presas em flagrante



Mais um ponto de venda de entorpecentes em Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá) foi desarticulado pela Polícia Civil, na manhã desta segunda-feira (27.07). A ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) do município resultou na apreensão de quase 50 porções de drogas, mais de R$ 2,5 mil em dinheiro e duas motocicletas.
Dois suspeitos, de 26 e 22 anos, foram presos em flagrante e autuados pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.
Os policiais civis realizavam diligências para combateer o tráfico na cidade, quando identificaram o rapaz de 26 anos que possui várias passagens criminais por integrar uma facção criminosa e por assumir a função de "disciplina" da organização. Conforme as informações apuradas, o suspeito era responsável por controlar a venda de drogas em pelos menos cinco bairros em Rondonópolis, bem como o mesmo fazia o recolhimento de dinheiro de moradores e estabelecimentos comerciais, que eram obrigados a pagar mensalmente a organização criminosa.Os investigadores passaram a monitorar a casa do suspeito, no bairro Recanto do Parque, quando na manhã desta segunda-feira (27) avistaram o momento em que um usuário chegou em uma motocicleta e entrou no imóvel. Logo que saiu do imóvel, o usuário foi abordado e com ele apreendida uma porção de maconha. Em seguida, a equipe se aproximou da casa e abordou o morador e dentro da residência foram localizadas 46 porções de drogas prontas para venda, entre elas a super maconha conhecida como "skunk" e cocaína, além de diversos saquinho plásticos usados para embalar o entorpecente, produtos de origem duvidosa, a quantia de mais de R$ 2,5 mil em dinheiro trocado e duas motocicletas.
Com base no flagrante, os dois envolvidos foram conduzidos para a Derf de Rondonópolis junto com todo material apreendido, onde foram interrogados e depois autuados pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. Após a confecção dos autos, os presos foram encaminhados para a penitenciária regional e colocados à disposição da Justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário