quarta-feira, 20 de maio de 2020

Mesmo na prisão, Lukas Paiva já recebeu mais de R$ 60 mil dos cofres públicos, aponta promotora



A promotora de Justiça Mayanna Ribeiro Floriano, que está ocupando a vaga de Frank Monteiro Ferrari, transferido para Valença, apontou que o vereador Lukas Paiva (PSB) recebeu aproximadamente R$ 60,1 mil dos cofres públicos mesmo sem exercer a função pública e respondendo a diversos processos por conduta criminosa e atos de improbidade administrativa cometidos durante a gestão na presidência da Câmara entre os anos de 2017 e 2018.
Ainda de acordo com a Promotora, Lukas faltou a 24 sessões em 2020, o que corresponde a um terço do total de 72 por ano na Câmara Municipal, período suficiente para a Mesa Diretora da Câmara declarar a perda do mandato, conforme a Lei Orgânica do Município.
O MP solicitou também que o juíz Alex Venicius, da Vara da Fazenda Pública de Ilhéus, determine da Mesa Diretora a nomeação do suplente Augustão (PT) no caso da perda do mandato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário