terça-feira, 26 de maio de 2020

Justiça penhora cachês de Xanddy para pagar dívida de R$ 5 milhões por imóvel em Lauro de Freitas



O cantor Xanddy, líder do Harmonia do Samba, terá os cachês penhorados, por ordens da Justiça da Bahia, para pagar uma dívida de 2003 à empresa South América Serviços e Assessoria Logística pela compra de um imóvel em Lauro de Freitas, Bahia. de acordo com informações do Correio, o valor é superior a R$ 5 milhões. A decisão é da juíza Luiza Elizabeth de Sena Sales Santos.
“A credora descobriu que o cantor vem fazendo apresentações pela internet (lives) e que tem um show agendado para acontecer logo depois do fim do isolamento determinado pela crise da Covid-19. Diante disso, pediu a penhora dos valores que o cantor tem para receber com essas apresentações. A juíza do processo deferiu a penhora e mandou intimar a produtora dos eventos e também o Youtube para que depositem todos os valores judicialmente, em favor da credora”, explicou Mohamad Fahad Hassan, advogado da empresa, em entrevista à Quem.
Movido desde 2005, o processo veio a público em 2019 e, na época, tanto o sambista quando a esposa, Carla Perez, foram acusados de não cumpriram com o acordo de pagamento do imóvel, que custou R$ 700 mil. Mesmo o casal apresentando cinco notas promissórias, a empresa reforçou que nenhuma delas foi quitada. Além disso, os advogados da South América Serviços e Assessoria Logística apontaram que os artistas estavam escondendo os bens para não arcar com os valores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário