domingo, 17 de maio de 2020

APENAS 5% DAS MORTES POR COVID-19 DE ASMA APRESENTARAM COMO CO-MORDIBIDADE



Apenas cerca de 5% dos indivíduos portadores de COVID-19 que morreram apresentavam a asma como co-morbidade
A doença de coronavírus 2019 (COVID-19), causada pela nova síndrome respiratória aguda grave coronavírus 2 (SARS-CoV-2), é uma doença respiratória aguda que pode levar a insuficiência respiratória e morte.
Epidemias anteriores de novas doenças de coronavírus, como síndrome respiratória aguda grave (SARS) e síndrome respiratória do Oriente Médio (MERS), foram associadas a características e resultados clínicos semelhantes. Poder-se-ia antecipar que pacientes com doenças respiratórias crônicas, particularmente doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) e asma, estariam sob risco aumentado de infecção por SARS-CoV-2 e apresentações mais graves de COVID-19.
No entanto, é surpreendente que ambas as doenças pareçam estar sub-representadas nas comorbidades relatadas para pacientes com COVID-19, em comparação com as estimativas de carga global de doenças da prevalência dessas condições na população em geral; um padrão semelhante foi observado com SARS. Por outro lado, a prevalência de diabetes em pacientes com COVID-19 ou SARS é tão alta quanto ou mais alta que a prevalência nacional estimada.
Dados obtidos no último mês no estado de Nova Iorque confirmam a observação inicialmente relatada: apenas cerca de 5% dos indivíduos portadores de COVID-19 que morreram apresentavam a asma como co-morbidade. Foto: Reprodução/Campos 24 Horas. - Fonte: Boa Saúde.

Nenhum comentário:

Postar um comentário