sábado, 14 de março de 2020

Universitário é preso pela Polícia Civil por importunação sexual em campus em Canindé



Um homem de 22 anos foi preso após um trabalho realizado pela Polícia Civil do Estado do Ceará, por meio da Delegacia Regional de Canindé, ser realizado na cidade de Canindé – Área Integrada de Segurança 15 (AIS 15) do Ceará. Izaías de Lima Félix é aluno de uma universidade federal da cidade e suspeito de importunar sexualmente estudantes do Campus. A captura ocorreu, na tarde desta sexta-feira (13), por força de mandado de prisão. Com ele, a Polícia apreendeu um notebook e um aparelho celular que serão analisados.
De acordo com levantamentos policiais, o fato foi noticiado através de Boletins de Ocorrências (BO) registrados na Delegacia Regional de Canindé. Conforme relatado pelas vítimas, o suspeito agia dentro da biblioteca da universidade. Ele se aproximava das vítimas e se masturbava na frente das alunas.De posse de todas as informações necessárias, um inquérito policial foi instaurado e um mandado de prisão preventiva foi solicitado para Poder Judiciário da Comarca de Canindé pelo crime de importunação sexual. Após o pedido ser acatado, as diligências com o intuito de localizar o infrator foram realizadas.
Izaias foi preso dentro da biblioteca quando já estava pronto para cometer o crime novamente. Após buscas na residência dele, um notebook e um aparelho celular foram apreendidos para serem investigados. O indiciado aguarda à disposição da Justiça para o cumprimento da pena prevista em lei.
Após a prisão do suspeito, outras vítimas procuraram a Polícia e registram novas denúncias.
O que diz a lei?
A importunação sexual é definida como prática de ato libidinoso contra alguém sem a sua anuência “com o objetivo de satisfazer a própria lascívia ou a de terceiro”. A pena prevista varia de um a cinco anos de prisão – se o ato não constituir crime mais grave.

Nenhum comentário:

Postar um comentário