quarta-feira, 4 de março de 2020

Acusado de participação no assassinato de PM morre em confronto com a Cipe Central em Jequié



Um homem que respondia pela acusação do assassinato de um policial militar em Jequié, em dezembro de 2012, morreu em confronto com policiais da Cipe Central, na tarde de terça-feira (02), em Jequié. Após o assalto a uma loja de celulares em Jitaúna, a Polícia montou um bloqueio na localidade conhecida como Baixa do Bonfim, em Jequié. Dois suspeitos numa motocicleta ao avistarem a Polícia tentaram fugir e acabaram caindo do veículo. Os dois teriam reagido a abordagem dos policiais e iniciaram um tiroteio na tentativa de fugir em direção a uma vegetação, informa a PM.
Durante o confronto, um dos homens foi atingido e socorrido pela Polícia até o hospital, mas não resistiu. De acordo com a Cipe Central, posteriormente foi constatado que o indivíduo morto no confronto era Manoel Santana Moura, apelidado de Marcinho. Ele foi preso em 2013, no estado de São Paulo, acusado de participação na morte do soldado PM Eden Oliveira Sanches em um Posto de Combustíveis da cidade, durante uma tentativa de assalto. Após cumprir alguns anos de regime fechado, Marcinho estava no semiaberto. Ele era apontado nas investigações como o condutor da moto onde estava o autor dos disparos. Com ele foi apreendido um revólver calibre .32, com um cartucho intacto e outros cinco deflagrados. O material foi apresentado na delegacia local.

Nenhum comentário:

Postar um comentário