quarta-feira, 12 de fevereiro de 2020

Cadeirante obstrui rua após vaga para deficiente físico ser ocupada por moto



Ao perceber que uma vaga para deficiente físico estava ocupada por uma moto que não tinha adesivo indicativo de pessoa com deficiência, o cadeirante agiu em forma de protesto para chamar a atenção da população.
Ele atravessou seu carro na Avenida Getúlio Vargas, impedindo a passagem de outros veículos. A Polícia Militar esteve no local para controlar a situação.
Não há informação sobre quanto tempo durou o protesto do cadeirante e se a situação foi resolvida.
De acordo com o Decreto 5.296/2004, 2% das vagas de estacionamento devem ser destinadas às pessoas com deficiência. Quem desobedecer à regra, está cometendo infração gravíssima, sujeito á soma de sete pontos na carteira e multa no valor de R$ 293,47, além de remoção do veículo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário