segunda-feira, 6 de janeiro de 2020

TV VERMELHINHO: Homem agredido no Rubens Bar divulga vídeo explicando o ocorrido



Após sofrer agressões do Dono do estabelecimento e de funcionários (Relembre), Adriano divulgou um vídeo explicando o ocorrido. Segundo informações do homem, a briga teria começado após um garçom de forma grosseira se dirigir até a mesa onde ele estava com um amigo, e cobrar 10% do Garçom. No vídeo Adriano diz também que já havia sido pago através do cartão de crédito do amigo, após chegar ao balcão para conversar com o proprietário para saber o que estava acontecendo, o segurança teria se aproximado e começou agredir Adriano, logo após o Dono do estabelecimento também agrediu a vítima dando inicio a toda confusão.
A vítima contou no vídeo que o filho de 5 anos viu esse vídeo e ficou totalmente constrangido e chocando vendo o pai dele sendo agredido dessa forma de Tal Covardia. No vídeo da agressão mostra os funcionários agredindo com chutes, socos e desferindo um abjeto na cabeça da vítima.
Antes de tudo, é preciso ter clareza sobre um ponto: o pagamento da taxa de serviço não é obrigatório. Segundo ponto: a taxa de serviço não é obrigatoriamente de 10% da conta. As empresas são livres para indicar uma cobrança do valor que acharem conveniente ou justo. Quem garante o modo como essa gorjeta será regulada e distribuída entre os funcionários é a Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT). Recentemente, algumas mudanças foram estabelecidas e, no último dia 12 de maio, entrou em vigor a nova Lei das Gorjetas (nª 13.419). A lei define a gorjeta como um ato “espontâneo” por parte do cliente, mas altera, por exemplo, o porcentual da gorjeta destinado a pagar encargos trabalhistas.
Matéria: Leandro Palma

Nenhum comentário:

Postar um comentário