quarta-feira, 27 de novembro de 2019

Polícia mata traficante mais procurado do RJ e apreende grande arsenal de armas



Armas apreendidas durante operação - Foto: Reprodução/ Polícia Civil

 Carolina Heringer e Rafael Nascimento de Souza,O Globo - YAHOO. O traficante Thomas Jayson Vieira Gomes, mais conhecido como 3N, de 26 anos, foi morto durante uma operação policial na manhã desta terça-feira, em Itaboraí, Região Metropolitana do Rio. De acordo com as primeiras informações, outros cinco criminosos também teriam sido mortos durante a ação conjunta das polícias Civil e Militar, com agentes do 7º BPM (São Gonçalo), da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) e da Subsecretaria de Inteligência (Ssinte).
3N estaria escondido num sítio no bairro Cabuçu. O local vinha sendo utilizado como esconderijo pelos criminosos há cerca de dois meses.
Na última semana, a liberdade do criminoso Antonio Ilario Ferreira, conhecido como Rabicó ou Coroa, colocou em alerta as autoridades de Segurança Pública do Rio. Em abril deste ano, traficantes entraram em guerra em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio, após 3N, que comandava o tráfico no Complexo do Salgueiro para Rabicó, ter desafiado o chefe. Ele então teve que deixar a comunidade.Polícia oferecia recompensa pelo traficante - Foto: Divulgação/Policia Civil


Segundo fontes do EXTRA, Rabicó determinou que outro comparsa, Antonácio do Rosário, o Schumaker, de 35 anos, executasse 3N para tomar o controle do Salgueiro. Ao saber dos planos do chefe, 3N se antecipou, matou Schumaker e passou a fazer parte de outra facção. Na nova quadrilha, ele tentava, com frequência, dominar o Salgueiro.Ação da polícia contou com ajuda de helicópteros - Foto: Reprodução/Policia Civil

Segundo a Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá (DHNSGI), que investiga o caso, o corpo de Schumaker pode ter sido queimado e jogado no Lixão de Itaoca, também no Salgueiro.
Em setembro deste ano, fotos do bandido — confirmadas pela polícia como autênticas — algemado entre dois homens armados com fuzis, um deles usando uma touca ninja, viralizaram nas redes sociais. A polícia investiga se 3N teria negociado o pagamento de R$ 250 mil para não ser preso ou entregue a rivais. O criminoso teria sido encontrado em uma casa em São Gonçalo. Os bandidos teriam pedido R$ 500 mil para não levá-lo. No entanto, 3N teria pedido um "desconto" no valor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário