terça-feira, 5 de novembro de 2019

OPERAÇÃO ANTISSEQUESTRO ENTRE AS POLÍCIAS CIVIL E MILITAR PRENDEM 08 PESSOAS ENTRE BACABAL E POÇÃO DE PEDRAS-MA


A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão apresentou na manhã desta segunda-feira (04), por volta das 09:00hs, 08 acusados de participarem em uma ação criminosa envolvendo uma associação criminosa armada. A quadrilha pretendia sequestrar familiares do gerente de uma Instituição financeira em Poção de Pedras-MA. O crime que seria cometido pelo grupo é conhecido como “Sapatinho”, pois consiste em sequestrar parentes de funcionários de uma instituição Financeira. As Polícias Civil e Militar impediram a concretização da ação criminosa.
A ação criminosa seria cometida por oito acusados, os quais foram presos nas cidades de Bacabal e Poção de Pedras-MA. Dentre eles um adolescente infrator, que fora apreendido. De forma rápida, a Polícia Civil do Maranhão, por meio da Superintendência de Investigações Criminais (SEIC), em operação conjunta com as Delegacias Regionais de Bacabal e Pedreiras, e com o apoio operacional do Centro Tático Aéreo (CTA) e do Batalhão de Operações Policiais (BOPE), identificaram e cercaram a quadrilha; resultando na prisão dos mesmos.A prisão do grupo criminoso aconteceu na tarde do dia (01/11), onde foram presos Anderson da Silva Viana o “Dudu”; Ronildo Freitas Mendes o “Índio Bravo”; Moisés Lopes de Moraes; Pedro Alves Sousa Oliveira; o “Pedrinho”, Lucas Cardoso assunção; Wanderson Aguiar da luz, o “Juninho”; Cleidiane Cordeiro da Silva a “Loura” e um adolescente infrator.
Após investigações, a quadrilha foi surpreendida pelos policiais no momento em que se preparavam para praticar o crime de “Extorsão mediante Sequestro” contra funcionários de uma instituição financeira no município de Poção de Pedras.
Após trabalhos investigativos da Seic, policiais diligenciaram às cidades e conseguiram abordar os suspeitos antes que eles executassem a ação. Destaque-se que Anderson da Silva Viana, o “Dudu” já possuía Mandados de Prisão pelas comarcas de Timon e Buriticupu. Já Ronildo Freitas Mendes, o “Índio bravo” é foragido da Justiça do Estado do Pará, e responde vários processos criminais naquele Estado.



O Delegado Geral Leonardo Diniz relatou, que as prisões partiram de investigações anteriores realizadas pela Polícia Civil, no sentido de identificar e prender a quadrilha criminosa, foram presas 08 pessoas, dentre eles, uma mulher e um adolescente infrator.
Durante a coletiva, o Superintendente da Seic, o Delegado Armando Pacheco disse “As investigações iniciaram desde o dia 07 de agosto, quando aconteceu o crome de extorsão mediante na Cidade de Buriticupu, onde o preso Anderson da Silva Viana, o “Dudu”, teria sequestrado os familiares do gerente do Banco do Brasil. Sendo que por um erro na execução do plano criminoso, não conseguiram efetuar o plano. Deste esta data a Seic já vem investigando o grupo criminoso. A Seic conseguiu monitorar o grupo, que já vinha planejando o sequestro do gerente do banco de Poção de Pedras-MA. Deslocamos uma equipe para a região, onde estava o grupo. Na sexta feira, a polícia de forma integrada, conseguiu identificar os dois endereços onde estava a quadrilha e conseguiu prender parte dos integrantes da quadrilha. A quadrilha foi presa em diversos locais, entre os municípios de Poção de Pedras/MA e Bacabal. Foram apreendidos uma pistola e dois revólveres, sendo estes de calibre 38 e o outro de calibre 32. O grupo criminoso tem participação em outras ações de crime em outros municípios e até em outros estados”, afirmou o Superintendente da Seic, o Delegado Armando Pacheco.
Depois de serem apresentados em coletiva na SSP, 0s 07 d criminosos foram encaminhados ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde permanecerão à disposição da Justiça. O adolescente infrator fora encaminhado para a Delegacia do Adolescente Infrator (Dai).
Estiveram presentes além do Delegado Geral Leonardo Diniz e o Superintendente da Seic, o Delegado Armando Pacheco; o coronel Nilson Marques, comandante do Batalhão de Policiamento de Operações Especiais (BOPE); Delegado Luciano da SEIC e o Representante do CTA, o Major Cabral.

Nenhum comentário:

Postar um comentário