terça-feira, 5 de novembro de 2019

ITABUNA - Justiça nega pedido de reintegração de Mangabeira a Policlínica


O juiz Ulysses Maynard Salgado, da 1ª Vara da Fazenda Pública, negou pedido de reintegração do médico Antônio Mangabeira França ao quadro de profissionais da Secretaria Municipal de Saúde de Itabuna. A decisão foi publicada no último dia 25 de outubro.
Mangabeira tentava na Justiça retornar ao quadro de médicos da Secretaria Municipal de Saúde. Ele foi desligado do quadro em novembro de 2018. O médico é servidor público federal, mas estava exercendo a atividade de oncologista e hematologista em unidade de saúde municipal.
Mangabeira também é pré-candidato a prefeito de Itabuna pelo PDT.
PROCESSO EXTINTO
De acordo os autos, Antônio Mangabeira conseguiu uma licença para a atividade política entre os dias 7 de julho e 7 de outubro de 2018. O afastamento dele terminou em 19 de novembro do mesmo ano.
Nessa data, segundo o processo, ele deixou de fazer parte do quadro de profissionais da Secretaria Municipal de Saúde de Itabuna. Com isso, ele deixou de atender na Policlínica Dois de Julho.
Drº Mangabeira foi substituído por outros dois hematologistas do próprio quadro de profissionais da Prefeitura de Itabuna. Ele era cedido ao Município, mas teve sua cessão encerrada, retornando ao órgão de origem.
Diante da ausência de provas, o juiz Ulysses Maynard Salgado negou o direito de reintegração do médico, extinguindo o processo. Drº Mangabeira não foi localizado para comentar a decisão. Com informações do Olá Bahia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário