segunda-feira, 18 de novembro de 2019

Brasileiros finalizam o International Six Days Enduro como os melhores pilotos sul-americanos


Bruno Crivilin, da Honda Racing, no sexto e último dia de disputas do International Six Days Enduro 2019. Crédito: Janjão Santiago/Mundo Press
Portimão (Portugal) - Bruno Crivilin e Gabriel Soares, da equipe Honda Racing, foram os grandes destaques nacionais do 94º International Six Days Enduro. Após seis dias de disputas e cerca de 1.500 quilômetros percorridos, a tradicional prova terminou neste sábado (16/11), em Portimão, sul de Portugal. Os brasileiros encerraram o desafio como os melhores pilotos sul-americanos e obtiveram resultados importantes, diante dos principais competidores do mundo na modalidade.
Além do alto nível técnico dos participantes, a prova incluiu dificuldades variadas na região do Autódromo Internacional do Algarve, como as bruscas mudanças de clima e de temperatura. Melhor piloto sul-americano, Bruno Crivilin ressalta que a experiência foi única e incrível - mesmo estando no Six Days pela terceira vez. “Sem dúvidas, foi a prova mais difícil dos últimos anos, na minha opinião. Teve chuva, poeira, frio e calor. Passamos de tudo”, conta o piloto. Ele alcançou o 16º lugar na categoria E1, com a moto CRF 250RX, e o 45º na classificação geral.Esta foi a primeira vez que o atual bicampeão brasileiro de Enduro FIM, nas classes Enduro GP (geral) e E1, integrou a seleção Júnior (para pilotos até 23 anos). “Das outras vezes fui como piloto do time principal. Gostei muito de estar com os meus companheiros de equipe do Brasil aqui também no Six Days. A gente se conhece bastante e, por isso, a experiência foi mais completa. Isso eleva nosso ritmo tanto para as provas nacionais quanto em outras oportunidades no exterior”, explica o capixaba.
Estreante em competições internacionais, Gabriel Soares finalizou a disputa na 22ª colocação na E2, com a CRF 450RX, e em 53º na geral. De quebra, foi o segundo melhor piloto sul-americano do Six Days. “Foram cinco dias de enduro pesado e o último mais divertido com esse desafio final, meio motocross e meio supermoto. Só tinha que concluir a corrida. Estou muito feliz com o resultado e agradeço muito essa oportunidade”, diz o mineiro.
Mais do que completar o Six Days, Soares levará aprendizados importantes com essa experiência. “Passei a confiar mais no meu nível de pilotagem. Consegui andar no penúltimo dia no mesmo ritmo com os melhores pilotos do mundo. Fiquei muito feliz em ser o melhor brasileiro no fim desse dia. A convivência com os pilotos oficiais Honda da Europa também ficará para sempre na minha memória”, completa.
Medalhas de ouro - Além das disputas por equipes e individuais, o International Six Days Enduro premia os pilotos com medalhas de ouro, prata e bronze, de acordo com o tempo de cada um, em relação ao primeiro colocado. Tanto Bruno Crivilin quanto Gabriel Soares faturaram a medalha dourada por não terem ultrapassado 10% do tempo total do vencedor de cada categoria.
Para o chefe de equipe Felipe Zanol, a experiência foi incrível para a equipe Honda Racing de Enduro FIM. “Com certeza, o Gabriel e o Bruno aprenderam bastante coisa e já deu para perceber a evolução deles aqui mesmo em Portugal. Tivemos um problema no segundo dia com o Nicolás Rodriguez, que deixou precocemente a disputa, mas ele seguiu com a gente até o final nos bastidores. Mesmo assim, todos eles ganham conhecimento para suas próprias carreiras e também vão contribuir para o crescimento do esporte no país”, finaliza.

A equipe Honda Racing de Enduro FIM é patrocinada por Pro Honda, ASW, Alpinestars, DID e Seguros Honda.

Resultados - International Six Days Enduro 2019

Resultados finais - após seis dias de prova

Classificação geral
1 - #11 - Daniel Sanders (AUS) - 4:28:56.13
2 - #53 - Josep Garcia (ESP) - 4:29:49.36
3 - #22 - Taylor Robert (EUA) - 4:33:18.47
4 - #21 - Kailub Russel (EUA) - 4:34:59.12
5 - #161 - Daniel McCanney (GBR) - 4:36:26.59
45 - #124 - Bruno Crivilin (BRA) - 4:50:48.57 - Equipe Honda Racing Brasil
53 - #125 - Gabriel Soares (BRA) - 4:53:34.36 - Equipe Honda Racing Brasil

Categoria E1
1 - #53 - Josep Garcia (ESP) - 4:29:49.36
2 - #20 - Ryan Sipes (EUA) - 4:36:27.63
3 - #16 - Lyndon Snodgrass (AUS) - 4:37:06.54
4 - #13 - Luke Styke (AUS) - 4:37:31.39
5 - #200 - Eero Remes (FIN) - 4:39:54.37
16 - #124 - Bruno Crivilin (BRA) - 4:50:48.57 - Equipe Honda Racing Brasil

Categoria E2
1 - #22 - Taylor Robert (EUA) - 4:33:18.47
2 - #21 - Kailub Russel (EUA) - 4:34:59.12
3 - #33 - Davide Guarneri (ITA) - 4:37:07.82
4 - #15 - Fraser Higlett (AUS) - 4:38:59.52
5 - #12 - Joshua Green (AUS) - 4:39:35.59
22 - #125 - Gabriel Soares (BRA) - 4:53:34.36 - Equipe Honda Racing Brasil

Categoria Júnior
1 - Austrália - 13:57:03.10
2 - Estados Unidos - 14:06:17.04
3 - Espanha - 14:25:52.41
4 - Portugal - 15:14:38.75
5 - Bélgica - 15:20:12.40
13 - Brasil - 25:37:08.64

Resultados do 6º dia - Desafio de Motocross

Classificação geral
1 - #53 - Josep Garcia (ESP) - 13:07.89
2 - #13 - Luke Styke (AUS) - 13:21.88
3 - #20 - Ryan Sipes (EUA) - 13:22.90
4 - #16 - Lyndon Snodgrass (AUS) - 13:26.17
5 - #55 - Sergio Navarro (ESP) - 13:27.85
45 - #124 - Bruno Crivilin (BRA) - 14:15.71 - Equipe Honda Racing Brasil
54 - #125 - Gabriel Soares (BRA) - 14:22.30 - Equipe Honda Racing Brasil

Categoria E1
1 - #53 - Josep Garcia (ESP) - 13:07.89
2 - #13 - Luke Styke (AUS) - 13:21.88
3 - #20 - Ryan Sipes (EUA) - 13:22.90
4 - #16 - Lyndon Snodgrass (AUS) - 13:26.17
5 - #55 - Sergio Navarro (ESP) - 13:27.85
17 - #124 - Bruno Crivilin (BRA) - 14:15.71 - Equipe Honda Racing Brasil

Categoria E2
1 - #22 - Taylor Robert (EUA) - 13:34.03
2 - #12 - Joshua Green (AUS) - 13:41.21
3 - #44 - Jeremy Carpentier (FRA) - 13:45.74
4 - #26 - Grant Baylor (EUA) - 13:48.50
5 - #101 - Edward Hubner (ALE) - 13:49.38
22 - #125 - Gabriel Soares (BRA) - 14:22.30 - Equipe Honda Racing Brasil

Categoria Júnior
1º - Austrália - 41:10.00
#14 - Michael Driscoll - 13:50.72
#15 - Fraser Higlet - 13:53.11
#16 - Lyndon Snodgrass - 13:26.17

2º - Estados Unidos - 41:44.74
#24 - Joshua Toth - 13:51.65
#25 - Ben Kelley - 14:04.59
#26 - Grant Baylor - 13:48.50

3º - Espanha - 42:30.34
#54 - Marc Sans - 14:31.01
#55 - Sergio Navarro - 13:27.85
#46 - Pau Tomas - 14:31.48

4º - Bélgica - 43:38.42
#154 - Mika Vanderheyden - 15:20.23
#155 - Erik Willens - 13:59.96
#156 - Antoine Magain - 14:18.23

5º - Portugal - 43:55.31
#64 - Tomas Clemente - 14:34.52
#65 - Rodrigo Belchior - 14:38.77
#66 - Manuel Teixeira - 14:42.02

13º - Brasil - 3:28:38.01
#124 - Bruno Crivilin - 14:15.71 - Equipe Honda Racing Brasil
#125 - Gabriel Soares - 14:22.30 - Equipe Honda Racing Brasil
#126 - Nicolás Rodriguez - 3:00:00.00 - Equipe Honda Racing Brasil


Mundo Press

Nenhum comentário:

Postar um comentário