quarta-feira, 2 de outubro de 2019

Prefeitura de Itabuna deve mais de R$ 31 milhões à santa casa, aponta provedoria em nota


Do Pimenta.Blog  - A Santa Casa de Misericórdia de Itabuna emitiu nota na qual explica a suspensão parcial do atendimento oncológico – devido a quebra de equipamento – e aponta uma dívida superior a R$ 3,9 milhões da Prefeitura de Itabuna com a instituição. A nota dura ressalta que a dívida do Município com a instituição é superior a R$ 30 milhões, parte dela relativa ao período de 2008 a 2016 (confira o interior teor da nota mais abaixo).
Ainda no posicionamento oficial, a provedoria da Santa Casa aponta que a gestão do prefeito Fernando Gomes deve R$ 3.965.595,43. A dívida, aponta, se refere ao funcionamento de alguns serviços, entre os quais o Hospital São Lucas, inadimplência que contribuiu sobremaneira para a suspensão do atendimento daquela Unidade Hospitalar em 2018.

A nota foi publicada a partir de entrevistas do secretário Uildson Nascimento. O titular da Pasta da Saúde de Itabuna disse que não haveria dívida do município com a Santa Casa. A fala do secretário acirrou os ânimos entre provedoria e Centro Administrativo Firmino Alves.
O acirramento vem desde a decisão da Prefeitura de Itabuna de retirar os atendimentos de baixa e média complexidade pediátrica do Hospital Manoel Novaes, no que foi visto como privilégio do governo à Maternidade da Mãe Pobre (Ester Gomes), que é gerida pela Fundação Fernando Gomes. Abaixo, confira a íntegra da nota da Santa Casa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário