segunda-feira, 7 de outubro de 2019

POLÍCIA CIVIL E MILITAR DO MARANHÃO PRENDEM ESTELIONATÁRIOS DE OUTROS ESTADOS QUE INSTALARAM CÂMERAS EM AGÊNCIA BANCÁRIA DE MATÕES DO NORTE


Foram presos na noite desta quinta-feira(03), na cidade de Cantanhede (MA) Antônio Lincoln Ponte Oliveira, 31 anos, e Daniel Fernandes de Araújo, 36 anos, pelos crimes de furto qualificado tentado e corrupção ativa.
O cearense Antônio Lincoln e o paulista Daniel Fernandes, ambos com extensa ficha criminal por crimes como estelionato, furto, dano dentre outros, foram percebidos em atitude suspeita no interior de uma agência bancária na cidade de Matões do Norte (MA), local em que a dupla teria instalado um equipamento de filmagem na área dos caixas eletrônicos.
A Polícia Militar foi então acionada e iniciou as buscas pelos suspeitos, conseguindo localizá-los na altura da cidade de Cantanhede (MA), oportunidade em que foi realizada a abordagem dos suspeito e flagrada com a dupla um dispositivo com câmera que eles haviam instalado na área dos caixas eletrônicos no interior da agência bancária.
Os suspeitos não souberam explicar os motivos de terem instalado aquele dispositivo no interior da agência bancária e ofereceram 15 mil reais à guarnição da Polícia Militar para serem liberados, oportunidade em que receberam voz de prisão.
Antônio Lincoln e Daniel foram encaminhados para a Delegacia Regional de Itapecuru-Mirim, onde foram autuados em flagrante pela prática dos crimes de tentativa de furto qualificado e corrupção ativa.
O Centro de Inteligência da PCMA, em apoio operacional à Delegacia Regional de Itapecuru-Mirim, constatou que a dupla possuía passagem pela Polícia Federal e pelas Polícia Civis de vários outros Estados, incluindo CE, RN e MG, sendo contumazes nessa modalidade de crime.
Em uma das ocorrências, no estado de Ceará, os criminosos atuavam acessando o caixa eletrônico e levando as gavetas com os valores. Em um outra ocorrência, no Rio Grande do Norte, os criminosos teriam usado tecnologia bluetooth para roubar as senhas dos clientes do banco.
Pelo crime de furto qualificado os envolvidos poderão pegar até 08 anos, além da pena pelo crime de corrupção ativa que pode chegar a até 12 anos. Antônio Linconl e Daniel serão recambiados ao sistema prisional e ficarão à disposição da justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário