terça-feira, 29 de outubro de 2019

Defesa de Lula pedirá ao STF que declare Gabriela Hardt parcial

Fabio Vieira/FotoRua/Nur/Getty Images
Yahoo Notícias - A informação é do blog do jornalista Guilherme Amado, da Revista Época. - A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que a juíza Gabriela Hardt, substituta de Sergio Moro na 13ª Vara da Justiça Federal do Paraná, também seja, a exemplo de Moro, considerada parcial em relação ao ex-presidente.
A aposta da defesa, com esse tipo de iniciativa, é que a Segunda Turma do STF vai declarar Moro, agora ex-juiz e ministro da Justiça do governo Bolsonaro, parcial para julgar Lula.
No entanto, segundo o blog, ainda não está claro, no caso de os processos de Lula retroagirem à primeira instância de Curitiba, se eles seriam distribuídos para Hardt ou para Luiz Antonio Bonat, o titular da 13ª Vara Federal de Curitiba.
Atos pelo Brasil
Pelo Brasil, militantes petistas e simpatizantes da campanha "Lula Livre" promovem também hoje eventos pelo aniversário do ex-presidente. Lula nasceu em 27 de outubro de 1945 na cidade pernambucana de Caetés.
O jornal Correio Braziliense destacou que os atos comemorativos começaram na última quinta-feira (24). Bancas para coleta de assinaturas para a campanha Lula Livre" foram espalhadas por vários pontos das principais cidade do país, especialmente em São Paulo, berço do petismo.
As comemorações terminam na terça (29) com um ato na frente do Ministério Público de Jundiaí, cidade do interior paulista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário