quarta-feira, 4 de setembro de 2019

Itacaré: professor justifica faltas, critica salários atrasados, denuncia precariedade e diz que vereadores se calam diante do escândalo do RH


http://itacareinforma.com.br - O professor efetivo do município de Itacaré, Júlio Cézar, que é vereador no município de Maraú, após denuncia do vereador Benildo da Passagem de que ele já tinha mais de 15 dias sem dar aula, entrou em contato com nossa equipe de reportagem e fez uma série de denuncias, criticas e justificou 8 faltas nos encaminhando dois atestados médicos, sendo um de 3 dias e outro de 5 dias. Segundo o professor, não foram 15 dias de falta, foram os 8 de atestado, mesmo incluindo os dias que ele ia até a sede da prefeitura cobrar salários atrasados e atendimentos com o então chefe do RH, senhor Ramon. O professor ainda denunciou que seu salário base estava errado em 2018 e que foi declarado ao TCM – Tribunal de Contas dos Municípios, que teria recebido R$ 3 mil de salário integral, sendo que não foi repassado integralmente a ele e ainda criticou a situação precária de acesso a escola na zona rural (REINO DA ALEGRIA) e a situação precária em épocas de chuva que molha tudo dentro da ESCOLA JOSÉ CARLOS ARRUTE REIS.
Em entrevista exclusiva ao SITE ITACARÉ INFORMA, Júlio Cezar dos Santos relatou que suas faltas se dão pelos problemas de saúde que vem atormentando sua vida, o mesmo já tinha apresentado ao diretor responsável os atestados médicos, lembrando que no último dia 28/08 as 11:00 passou mal e foi levado ao hospital de Itacaré onde foi medicado e ficou sobre avaliação médica.
“JÁ QUE SOU UM PROFESSOR IRRESPONSÁVEL, PORQUE ELES NÃO PEGAM OS ÚLTIMOS CONTRA-CHEQUES PARA VER O NÚMERO DE FALTAS QUE TIVE? TODO DIA EU BATIA NA PREFEITURA E RAMON DAVA UMA DESCULPA PARA NÃO ME ATENDER, MESMO MANDANDO EU IR. O QUE ACONTECEU COM MEUS TRÊS MESES DE SALÁRIO? SERÁ QUE FOI NO MEIO DO ROMBO DO RH QUE NENHUM VEREADOR SE PREOCUPA?”, DECLAROU JÚLIO CÉSAR.

“A SITUAÇÃO DA ESCOLA REINO DA ALEGRIA NÃO É FÁCIL, A MERENDEIRA NÃO COZINHA NA ESCOLA E A SITUAÇÃO DA ESCOLA JOSÉ CARLOS ARRUTE REIS QUANDO CHOVE DEMAIS MOLHA TUDO, AÍ SÓ VEM COBRAR DO PROFESSOR, A DIRETORA ROSENIL SE VIRA NOS TRINTA, INCLUSIVE DEIXO MEUS PARABÉNS A ELA. E QUE O DIRETOR DA ESCOLA REINO DA ALEGRIA MESMO SABENDO QUE NÃO TINHA PROFESSOR EM DETERMINADOS DIAS MANDA O ALUNO IR PARA A ESCOLA, ONDE O DIRETOR É CONTRATADO E O CARGO DEVERIA SER NOMEADO ATRAVÉS DE ELEIÇÕES DE DIRETOR COM PROFESSORES EFETIVOS”, DENUNCIOU O PROFESSOR/VEREADOR JÚLIO CÉSAR.

O professor Júlio Cézar disse que ao assumir o cargo de vereador em Maraú, entrou de licença, reassumiu suas funções. O professor alega que em junho de 2018 retornou e ficou junho, julho e agosto sem receber o salário. O profissional diz que em seu contra-cheque de dezembro e fevereiro consta uma parcela de R$ 1.100 reais que é uma renegociação, então teriam 8 parcelas de R$ 1.100 reais desses meses atrasados, só que só foram pagas 2 parcelas. O professor diz ainda que frequentemente procurava o chefe do RH Ramon que desmarcava todas as vezes e nunca conseguia, mas não foram tantas faltas.

o vereador denuncia ainda que foi protocolado um pedido de licença prêmio mas que até hoje não foi lhe garantido seu direito. O professor denuncia ainda que sua esposa, professora Joelma Nascimento há mais de 5 meses não recebe seu anuênio.



Nenhum comentário:

Postar um comentário