quarta-feira, 11 de setembro de 2019

Em apreensão recorde a Polícia Civil de Ponta Porã tira de circulação 8 toneladas de maconha


Campo Grande (MS) – Policiais civis de Ponta Porã estouraram na noite desta segunda-feira (9), um entreposto de drogas que funcionava na BR-463, entre Dourados e Ponta Porã. No local foram apreendidas 8 toneladas de maconha que tinham como destino diversos estados brasileiros.
A operação policial que resultou na maior apreensão de drogas de todos os tempos já realizada pela Polícia Civil, foi comandada e acompanhada pelos delegados Caio Macedo e Patrick Linares, ambos lotados na 2ª Delegacia de Ponta Porã.
Segundo Caio Macedo, foi por meio de denúncia anônima que eles chegaram até o depósito pertencente a um consórcio de traficantes. Uma operação foi montada para averiguar a denúncia e durante as diligências eles constataram intensa movimentação no imóvel.
Durante a incursão localizaram e apreenderam 260 fardos de maconha, que totalizaram 8 toneladas. Além da droga, os policias civis apreenderam no local munições calibre 12 e 9 milímetros, um Fiat Pálio, cor azul, balança e grande quantidade de fita adesiva de diversas cores, utilizadas para marcar e individualizar as drogas.
Dois homens que estavam no local no ato da ação policial foram presos. Conforme a Polícia Civil o preso F. F. S., 56 anos, era responsável pela guarda e segurança do depósito de drogas e A. J. S. G., 25 anos, foi apontado pelo comparsa como o proprietário da maconha que teria como destino diversos estados brasileiros.
Conforme apurado pelos delegados, o depósito era mantido por um consórcio de traficantes, muito provavelmente pertencentes a facções criminosas. No local eram preparadas as cargas em veículos que faziam o transporte para os grandes centros.
Os dois presos que se recusaram a detalhar a traficância no local, foram autuados em flagrante por posse irregular de munição e tráfico de drogas, em seguida foram colocados à disposição da Justiça.
Publicado por: JOELMA BELCHIOR

Nenhum comentário:

Postar um comentário