sexta-feira, 16 de agosto de 2019

Polícia Civil prende dois homens e apreende arma de fogo em Natal



Policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) prenderam, nesta quinta-feira (15), Claúdio Ferreira dos Santos, 25 anos, e Francisco Adrilian Lopes da Silva, 25 anos. Ambos foram autuados em flagrante pela prática dos crimes de associação criminosa armada, porte ilegal de arma de fogo, adulteração de sinal identificador de veículo, receptação e falsificação de identidade.
As diligências foram iniciadas na noite desta quarta-feira (14), por volta das 22h, após o recebimento de denúncias anônimas. No local, uma residência no município de Parnamirim, os policiais apreenderam um Jeep Compass, com ocorrência de roubo, uma arma de fogo, uma motocicleta modelo "CB300", utilizada nos levantamento das ações criminosas, munições e diversos pertences, que, supostamente, são objetos de roubos.
Segundo as investigações, o carro seria usado em uma ação criminosa praticada, provavelmente, contra carros-fortes ou agências bancárias, devido as características desta associação criminosa, que roubava somente carros de alto padrão, tendo a DEICOR identificado, até o momento, cinco automóveis roubados, entre eles: uma Hilux, duas SW4, um Jeep Compass e um Versa.
Na noite da quarta-feira (14), momento em que ocorreu a primeira abordagem ao grupo, houve confronto entre os policiais e os homens que estavam na residência. Durante o confronto, três homens conseguiram fugir para o matagal, sendo dois deles presos nesta quinta-feira (15). João Anderson da Silva Pinto, conhecido como "Gordo", 22 anos, foi atingido por disparos, levado até o hospital Dioclécio Marques, mas não resistiu e morreu.
Após várias diligências, na manhã de hoje (15), os policiais conseguiram localizar Claúdio Ferreira dos Santos, 25 anos, em uma residência no bairro das Rocas, na Capital Potiguar. Durante a ação, os investigadores apreenderam no interior da residência CRLVs e um RG falsos. Além disso, foram encontrados documentos pessoais de um homem, Hiago Felipe da Silva, 22 anos, que está foragido da Justiça e é investigado também por ser integrante desta associação criminosa.
Logo em seguida, Francisco Adrilian Lopes da Silva, 25 anos, que tinha fugido dos policiais na abordagem feita em Parnamirim, foi localizado e preso em flagrante. Com ele, foram encontrados vários objetos roubados das vítimas, além de toda a documentação pessoal do Higo Felipe, que continua foragido.
As investigações seguem com o objetivo de localizar Higo Felipe da Silva, quarto integrante desta organização criminosa especializada em roubos de veículos para ação contra carros-fortes e agências bancárias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário