quinta-feira, 29 de agosto de 2019

"Mulher mais rápida do mundo em quatro rodas" morre em acidente nos EUA


A piloto americana Jessi Combs em Los Angeles em 2012Mais

AFP - A piloto americana Jessi Combs, considerada "a mulher mais rápida do mundo em quatro rodas" depois de ter estabelecido um recorde de 640 km/h em 2013, morreu em um acidente ao tentar bater essa marca, informou nesta quarta-feira a polícia.
Os serviços de emergência foram informados na terça que um veículo equipado com um motor movido a jato havia se acidentado no deserto de Alvord ao tentar bater um recorde de velocidade, informou em um comunicado o comissário do condado de Harney, no Oregon, oeste dos Estados Unidos.
Os policiais identificaram a pessoa acidentada como Jessica (Jessi) Michelle Combs, de 39 anos.
"Jessi Combs estava morta. As causas do acidente são desconhecidas e são atualmente objeto de investigação", destacava o texto.
A mulher, que participava de vários programas de televisão nos Estados Unidos, havia decidido retomar em 2018 a pilotagem de seu carro a jato para melhorar seus resultados.
Segundo sites especializados, ela chegou a superar os 680 km/h, mas sua tentativa não pôde ser validada oficialmente devido a um problema mecânico.
Combs havia fixado como objetivo superar a marca da "mulher mais rápida do mundo", que pertence à americana Kitty O'Neil desde que no mesmo deserto de Alvord superou, em 1976, os 825 km/h a bordo de um veículo de três rodas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário