sexta-feira, 16 de agosto de 2019

3,347 milhões de pessoas buscam emprego há 2 anos ou mais, diz IBGE


Por Luccas Balacci - Valdecir Galor/SMCS - A taxa de desemprego no País caiu para 12% no segundo trimestre, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, divulgada nesta quinta-feira, 15, pelo IBGE. No primeiro trimestre, a taxa era de 12,7% e no segundo trimestre de 2018, de 12,4%. A pesquisa indica que o desemprego recuou em 10 Estados, na comparação com o primeiro trimestre.
As maiores taxas foram observadas na Bahia (17,3%), Amapá (16,9%) e Pernambuco (16%) e as menores em Santa Catarina (6%), Rondônia (6,7%) e Rio Grande do Sul (8,2%). Em São Paulo, o desemprego recuou de 13,5% no primeiro trimestre para 12,8% no segundo trimestre do ano.
"A proporção de pessoas à procura de trabalho em períodos mais curtos está diminuindo, mas têm crescido nos mais longos", destacou por meio de nota a analista do IBGE Adriana Beringuy. Os dados divulgados nesta quinta-feira mostram que 26,2% dos desempregados procuram trabalho há no mínimo dois anos.

BUSCA POR EMPREGO
No segundo trimestre de 2019, o Brasil tinha 3,347 milhões de pessoas em busca de emprego há dois anos ou mais, segundo os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No trimestre anterior, esse contingente era de 3,319 milhões de desempregados em busca de uma vaga há tanto tempo.
Em relação ao segundo trimestre de 2018, aumentou em 6,2% o contingente de desempregados há pelo menos dois anos.
Outros 1,807 milhão de trabalhadores procuram emprego há mais de um ano, mas menos de dois anos. O grosso dos desempregados no quarto trimestre, 5,823 milhões, estava em busca de uma vaga havia pelo menos um mês, mas menos de um ano. Na faixa dos que tentavam encontrar um trabalho havia menos de um mês, estavam 1,789 milhão de pessoas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário