domingo, 9 de junho de 2019

Proposta autoriza PM e bombeiros a contratarem reservista como voluntário


Fernandes aponta dificuldade de contratação de pessoal efetivo

Fernandes aponta dificuldade de contratação de pessoal efetivoO Projeto de Lei 2422/19 autoriza a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros nos estados e no Distrito Federal a incorporar temporariamente reservistas do serviço militar obrigatório. O texto altera a Lei 10.029/00, que trata do serviço voluntário na PM e nos bombeiros.
A proposta está em tramitação na Câmara dos Deputados. O autor, deputado Pedro Lucas Fernandes (PTB-MA), disse que a ideia decorre dos altos índices de criminalidade e da dificuldade de contratação, em tempo hábil, de pessoal efetivo em quantidade proporcional à demanda.
O texto amplia as possibilidades de serviço voluntário, inserindo entre elas o policiamento preventivo comunitário, desde que exclusivamente para os reservistas. Eles poderão portar arma de fogo, o que hoje é proibido para os participantes de serviço voluntário na PM e nos bombeiros.
Atualmente, a lei prevê o serviço voluntário apenas para tarefas administrativas, em área auxiliar de saúde e na defesa civil. Também limita a contratação a 20% do efetivo de cada uma das corporações.
A proposta tramita em caráter conclusivo e será analisada pelas comissões de Relações Exteriores e de Defesa Nacional; de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.
 'Agência Câmara Notícias'

Nenhum comentário:

Postar um comentário