segunda-feira, 27 de maio de 2019

Microcrédito da AGN garante quase 3 mil postos de trabalho no RN em 2019


Após a realização de 1.847 operações para a concessão de microcrédito em 2019, o Governo do Estado, através da Agência de Fomento do RN (AGN-RN), garantiu 2.770 postos de trabalho em todo o Rio Grande do Norte. A estimativa é da Gerência de Microcrédito da Agência, responsável pelo análise e concessão das operações.A cada operação de microcrédito realizada, 1,5 pontos de trabalho em média são criados na cidade. Em caso de renovação do crédito, além do efeito da manutenção da vaga, é potencializada a possibilidade de criação de novos postos.
"O Poder Público tem a função básica de promover oportunidade às pessoas. Por isso, é muito importante esse papel da AGN em contrariar essa onda de desemprego ao promover o desenvolvimento social e econômico a partir do empreendedorismo. Pessoas tem transformado a própria vida e se tornado donas de seus próprios negócios", afirmou a diretora-presidente, Márcia Maia.
Nesta semana, a Agência concedeu a renovação de microcrédito a 146 empreendedores das cidades de Caraúbas, Upanema e Campo Grande a partir de um investimento total de R$ 447 mil. Nos primeiros cinco meses de 2019, o Governo concedeu microcrédito para empreendedores de 79 municípios em todas as regiões do RN.
Além da promoção de oportunidades de emprego e negócio, as cidades em que os recursos são injetados movimentam a economia municipal e impulsionam a circulação do capital.
"O programa atende a sociedade de forma democrática, pois em todas as faixas etárias, há beneficiários do programa do Microcrédito, inclusive acima dos 60 anos. É transformar a a realidade e por contarem com o apoio do programa Microcrédito da AGN concedido pelo Governo do Estado. Uma iniciativa que fortalece a economia das regiões em todo o Rio Grande do Norte", concluiu Márcia.

MICROCRÉDITO
O programa de Microcrédito da AGN atende pessoas físicas e jurídicas em condições especiais com a concessão de microcrédito. O interessado passa por um processo de análise de crédito e, se aprovado, é capacitado com noções voltadas para o empreendedorismo e gestão dos recursos para investir de forma sustentável os recursos contratados por meio de operação financeira de crédito.
O comércio é o setor com o maior número de contratações de crédito, sendo o ramo de alimentos, comércio varejista e prestadores de serviços entre os principais. Outras áreas da economia, em breve, passarão a ter linhas próprias de microcrédito, como cultura, apicultura, startups e outros.
Demis Roussos/ASSECOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário