quarta-feira, 17 de abril de 2019

Câmara valida homenagem à memória de Candinha Doria em Itabuna

Numa tarde histórica e cheia de emoção, o Plenário validou, de forma unânime, o nome Candinha Doria para o Teatro Municipal de Itabuna (obra em fase de conclusão no Loteamento Nossa Senhora das Graças). Claudia e Ana Doria, respectivamente, filha e neta da homenageada, participaram emocionadas da sessão ordinária nessa terça, 16, ao lado de artistas locais.
“Uma cidade sem teatro é uma cidade sem cultura”, declarou a filha recordando a decisiva participação de Candinha Doria para a arte itabunense. Falando pela classe artística, a atriz Zélia Possidônio enalteceu a grandiosidade da obra. Zélia ressaltou que o Teatro Municipal de Itabuna, quando concluído, será o 2º maior da América Latina. “Todos [estamos] de parabéns”, declarou Possidônio.
A memória póstuma a Candinha Doria (falecida há 12 anos) foi encabeçada por Beto Dourado (PSDB). Na proposta, aprovada com emendas, o Executivo está autorizado a tombar o futuro Teatro Municipal via decreto, ou seja, sem necessidade de lei especifica. A redação final será encaminhada para sanção. O texto está disponível na página da Casa (na aba Atividades – Publicações).
Ascom/Câmara
Fotos : Gabriel De Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário