terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Polícia Civil realiza “Operação Fronteira Segura” com ações contra traficantes em Ponta Porã



A Polícia Civil realiza a “Operação Fronteira Segura” em que os alvos são traficantes em bairro situado na cidade de Ponta Porã.
Já foram identificados um casal que se dedicavam a venda de porções de drogas aos usuários na região do bairro Jardim Vitória na cidade de Ponta Porã, após Policiais Civis e SIG que durante uma investigação de roubos e furtos na região detectaram a presença de vários usuários na residência e durante abordagem aos mesmos na via pública, estes teriam informado que na residência funcionava uma Boca de Fumo, pela que os proprietários foram abordados e na residência durante as buscas encontrada porções de droga pronta para a venda. O casal após receber voz de prisão foi encaminhado juntamente com as porções de drogas apreendidas ao DP da Polícia Civil para os procedimentos cabíveis.
Segundo os delegados de polícia da operação, as ações contra as Bocas de Fumo serão intensificadas na região de fronteira em razão do enorme prejuízo que as mesmas causam a população, já que os usuários ao não terem meios econômicos para adquirir a droga, passam a realizar pequenos furtos e roubos na região, alimentando o ciclo do crime e da sensação de insegurança pública.DISQUE DENÚNCIA: Um novo número de disque denúncia foi disponibilizado pela delegacia regional de Polícia Civil em Ponta Porã onde a população poderá apoiar os trabalhos desenvolvidos dentro da “Operação Fronteira Segura” desencadeada pela Secretaria de Segurança Pública do estado do Mato Grosso do Sul nas regiões de fronteira com o Paraguai, onde o combate aos integrantes do crime organizado, narcotráfico, contrabando, roubos e assaltos foi desencadeado com o apoio de diversos órgãos da polícia estadual e federal.
A partir de agora a população poderá colaborar com os investigadores denunciando casos suspeitos ou crimes ocorridos na região de fronteira sem ter que se identificar e contara com total sigilo e anonimato. O número segundo o delegado de Polícia Dr. Mikail Farias, foi colocado a disposição da população a fim de que a responsabilidade pela segurança pública seja responsabilidade de todos e os casos denunciados será investigada por uma equipe de investigadores da Polícia Civil em Ponta Porã, onde a população poderá ligar ou enviar mensagens ao número (67) 99812 3929 sem precisar se identificar.
WELLINGTON DE OLIVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário