quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

Forças de segurança capturam suspeitos procurados por participação em crimes na Região Norte do Estado





Duas operações deflagradas, nessa terça-feira (12), na Região Norte do Estado, resultaram nas capturas de quatro suspeitos envolvidos em práticas delituosas no interior. Entre eles, estava o chefe de um grupo com atuação na região, apontado como um dos braços de uma organização criminosa de origem carioca. As ofensivas, que aconteceram nas cidades de Acaraú e Bela Cruz – Área Integrada de Segurança 14 (AIS 14) –, culminaram ainda nas apreensões de armas de fogo, drogas e valores em espécie. As informações sobre as capturas foram divulgadas em coletiva de imprensa na sede da Delegacia Geral da Polícia Civil, em Fortaleza.
Na cidade de Acaraú, a ação ocorreu após informações que Jhones Magalhães da Silva (29), que é investigado por chefiar o tráfico de entorpecentes na região e também suspeito de envolvimento em homicídios, se encontrava na residência de familiares, no bairro Sítio Buriti. Conforme as diligências da Polícia Civil, Jhones, que possui pelo menos dez passagens pela Polícia por tentativa de homicídio, tráfico de drogas, furto, receptação e crime de trânsito, transitava pela cidade em um carro blindado e havia instalado câmeras de segurança na rua, com o objetivo de monitorar a movimentação policial na rua.
No mesmo local, as apurações também apontavam que o seu comparsa, identificado por Douglas Costa da Penha (27), vulgo “Dogão”, com antecedentes criminais por tráfico de drogas, estava na mesma propriedade. Além de equipes das Delegacias Regional de Acaraú e Municipal de Itarema, participaram da ação os policiais militares da Força Tática de Acaraú e também do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio).
Quando perceberam a chegada da Polícia, os suspeitos tentaram empreender fuga pulando os muros de residências vizinhas. Mas com um trabalho ágil das equipes, Jhones e “Dogão” foram capturados. Com a prisão da dupla, os policiais civis e militares apreenderam uma espingarda calibre 12, uma submetralhadora artesanal 9 mm e uma espingarda de chumbinho. Ao serem indagados, os suspeitos confessaram que havia droga escondida no quintal de Jhones. Lá, foram apreendidas 131 gramas de crack e 85 gramas de skunk. Cédulas de dinheiro em real e em dólar também foram apreendidas. Os suspeitos foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. O envolvimento em outros crimes segue em apuração pela Polícia Civil.

Bela Cruz
Ainda nessa terça-feira, policiais civis da Delegacia Municipal de Bela Cruz, com o apoio da Polícia Militar, prenderam dois suspeitos conhecidos como “Irmãos Pebas”. Conforme as apurações da Polícia Civil, os suspeitos são investigados pela prática de crimes como homicídios, roubos, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. A atuação dos “Irmãos Pebas” ocorria na cidade de Marco, especialmente nas localidades de Mocambo e Panacuí, na AIS 14. Ambos estavam com mandado de prisão em aberto por latrocínio.
Após diligências, a Polícia chegou aos suspeitos, identificados por Raimundo Nonato dos Santos (22) – com passagem pela Polícia por roubo; e Emanoel Carlito de Sousa dos Santos (19) – com antecedente criminal por homicídio. Junto aos suspeitos, os profissionais de segurança apreenderam um revólver calibre 38, com cinco munições, além de outros materiais que serão periciados. A dupla foi encaminhada para a Delegacia Municipal de Jijoca de Jericoacoara, onde foi autuada em flagrante por porte ilegal de arma de fogo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário