quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

PRF prende em Itabuna homem com carro roubado em Ilhéus


Nesta terça-feira (29), a Polícia Rodoviária Federal prendeu o morador de Itabuna Madson da Silva Lécio, na Av. Itajuípe, em Itabuna. Ele estava em um veículo Fiat Punto, de cor cinza, que foi roubado na porta da casa do proprietário, no bairro do Malhado, em Ilhéus.
Na noite desta terça-feira, um amigo do dono do carro reconheceu o automóvel nas imediações da Av. Amélia Amado, em Itabuna e acionou a PRF. Os agentes conseguiram interceptar o Punto já na Av. Itajuípe o bairro Santo Antônio.

Prisão anterior
Madson havia sido preso na madrugada do último dia 08 de janeiro, pela Polícia Militar de Ilhéus, junto com um comparsa, Felipe Azevedo Nascimento, em uma fazenda localizada próxima ao Salobrinho, na BR-415, onde a dupla e um terceiro criminoso praticavam assalto. Uma senhora de 69 anos foi alvejada na ação criminosa.
Na ocasião, após denúncias uma guarnição da PM deslocou-se até a fazenda e deparou-se com um táxi Fiat Uno, placa NZT-3406, licenciado em Itabuna, e com três homens à bordo do veículo. Ao perceberem a presença da viatura, eles iniciaram fuga por um ramal, e atiraram pela janela o material subtraído da fazenda, até que, em certo momento e quase alcançados pela viatura, os bandidos pararam o veículo, desceram e fugiram a pé, por um matagal. Os policiais conseguiram alcançar dois dos três bandidos.
Com os assaltantes foram apreendidos R$ 156,55 em espécie, duas TVs, um aparelho de som para automóvel, um par de tênis, três peças de fios elétricos, uma churrasqueira, um aparelho de DVD, duas câmeras de monitoramento, dois aparelhos de walkie talk, três aparelhos celulares, três facas e alicate de cortar fios. Todo o material apreendido, assim como os dois assaltantes presos foram conduzidos para a delegacia de Ilhéus, onde ficaram à disposição da justiça.
Contudo, Madson foi ouvido e liberado. Ele entrou em contato com nossa equipe de reportagem e alegou não haver nenhuma prova contra ele, e que por este motivo, foi liberado. Ainda exigiu retificação da matéria, alegando que caso não ocorresse, acionaria a justiça contra o blog. Após o episódio desta terça-feira mais uma vez, Madson está à disposição da justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário