quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

Ministro do STF manda soltar todos os presos detidos em 2ª instância; medida pode beneficiar Lula



O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, concedeu, às 14h desta quarta-feira (19), liminar que suspende a prisão em segunda instância.
Com isso, todos os presos detidos em razão de condenações em segunda instância são soltos.
A decisão atinge a um pedido do PCdoB e afeta presos como o ex-presidente Lula, que ainda aguarda recursos em tribunais superiores.
Ainda se sabe, porém, se o cumprimento será imediato.
A decisão foi tomada no último dia de funcionamento do STF antes do recesso, então não há tempo de levar o caso ao plenário da Casa.
Veja um trecho do despacho:
“Defiro a liminar para, reconhecendo a harmonia, com a Constituição Federal, do artigo 283 do Código de Processo Penal, determinar a suspensão de execução de pena cuja decisão a encerrá-la ainda não haja transitado em julgado, bem assim a libertação daqueles que tenham sido presos, ante exame de apelação, reservando-se o recolhimento aos casos verdadeiramente enquadráveis no artigo 312 do mencionado diploma processual”.
Por Metro Jornal com Rádio Bandeirantes e BandNews FM  - Pedro Ladeira/Folhapress

Nenhum comentário:

Postar um comentário