terça-feira, 18 de dezembro de 2018

Feminicida tem mandado cumprido em Santo Antônio de Jesus



Gilvan Cerqueira Santos, teve o mandado de prisão temporária cumprido, nesta terça-feira (18), pelo feminicídio da ex-companheira, Nilza Pereira de Oliveira, ocorrido em no dia 6 deste mês, em Santo Antônio de Jesus. Acompanhado de um advogado, o feminicida se entregou no Núcleo de Proteção à Mulher, da 4ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin).
A vítima foi morta com golpes de faca e teve o corpo encontrado por policiais do núcleo, na casa onde morava naquela cidade. Antes do feminicídio, Gilvan já era indiciado pelos crimes de ameaça, lesão corporal, danos e injúria, contra Nilza, que tinha medidas protetivas, deferidas pela Justiça.
Gilvan foi ouvido pela delegada Patrícia Jaques, titular do núcleo e confessou o crime. “A motivação foi uma briga do casal. Segundo testemunhas, Gilvan não aceitava o fim do relacionamento”, explica a titular. A delegada já solicitou a conversão da prisão de Gilvan, de temporária para preventiva. Ele segue preso à disposição da Justiça.
Ascom-PC / Tony Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário