sexta-feira, 23 de novembro de 2018

Terceiro suspeito de participar das mortes de quatro pessoas em Quixeramobim é preso



Equipes da Delegacia Municipal de Quixeramobim da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) efetuaram a prisão do terceiro e último suspeito de participar das mortes de quatro pessoas e da tentativa de homicídio de uma quinta vítima, na noite do dia 29 de junho deste ano, no bairro Conjunto Esperança, em Quixeramobim, Área Integrada de Segurança 20 (AIS 20). Os policiais civis deram cumprimento ao mandado de prisão preventiva em desfavor de Mateus Fernandes dos Santos Sousa (21), conhecido como “Gato a jato”, na manhã desta quinta-feira (22).
Mateus, que responde pelos crimes de roubo e pelo homicídio das quatros vítimas, se junta a Francisco Fábio Aragão da Silva (22), o “Pão”, com passagem por roubo e pelos homicídios; e Izaias Maciel da Costa (24), o “Mucuim”, que possui passagem com porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e responde a 12 procedimentos por homicídio, fora o das quatro mortes ocorridas em junho. Mateus era o último suspeito que estava foragido. Ele é investigado ainda em pelo menos quatro outros casos de homicídios na região.Na última terça-feira (20), uma operação que reuniu policiais civis da Delegacia de Quixeramobim e policiais militares do Batalhão de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) foi desencadeada para dar cumprimento ao mandado contra Mateus. No entanto, o suspeito trocou tiros com os agentes de segurança, e conseguiu se evadir do local.
Prisões anteriores
“Pão” foi preso horas depois de participar das mortes, em Quixeramobim, por policiais civis e militares de Fortaleza e do Interior Sul. Ele estava com duas armas e mais de 60 munições quando foi preso. Já “Mucuim” foi capturado, no dia 9 de agosto, também em Quixeramobim, com armas e munições. Nesta operação, policiais civis de Quixeramobim, Departamento de Policia do Interior Sul (DPI Sul) e da Delegacia Regional de Policia Civil de Quixadá participaram da ação.
Crime
Informações colhidas no local dos homicídios apontam que as vítimas estavam em uma residência, quando foram surpreendidas por indivíduos armados que chegaram ao local em motocicletas e carros. Peritos criminais da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) da Capital foram deslocados para auxiliar nos trabalhos de identificação e de coleta de provas para a investigação policial. As vítimas foram identificadas por Antônia Damila Alves Pereira (25), que respondia por tráfico ilícito de drogas; Francisco Neto Lopes de Sousa (22), com passagem por homicídio doloso; Débora Mayra do Nascimento de Souza (16), sem antecedentes criminais; e Antônia Heyla Ferreira Galdino (20), sem antecedentes. Um homem de 52 anos foi baleado e socorrido por populares até uma unidade de saúde do município.

Nenhum comentário:

Postar um comentário