domingo, 18 de novembro de 2018

DHPP realiza operação e prende dupla com drogas e armas na Capital





Uma operação do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), realizada na noite dessa quarta-feira (14), resultou nos cumprimentos dos mandados de prisão temporária e preventiva em desfavor de um homem suspeito de executar um desafeto, em novembro do ano passado. Durante a ação, ele e um segundo suspeito foram flagrados com drogas, armas e munições. As prisões foram realizadas no bairros Messejana e Centro, nas Áreas Integradas de Segurança 3 e 4, respectivamente (AIS 3 e 4).
Com diligências em andamento com o objetivo de elucidar um homicídio ocorrido no dia 10 novembro de 2017, a 4ª Delegacia do DHPP reuniu evidências que levaram os policiais civis a apontarem os autores do crime: João Batista Rocha Ferreira (21), conhecido por “Joãozinho” – que não tinha antecedentes antes do homicídio e já se encontra preso – e Edson Bezerra Pires (21), conhecido por “Menor”, com passagem por roubo, posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, lesão corporal dolosa, tentativa de homicídio, tráfico de drogas e homicídio. A vítima, identificada por José Arnaldo Sousa da Silva (43), conhecido por “Arnaldo Pirambu”, foi morta a tiros na Praça José de Alencar, no Centro da cidade. De acordo com as investigações, o crime foi motivado pela disputa do controle do tráfico de drogas na cidade.
Durante a ação que culminou nas prisões, os policiais prenderam “Menor” em uma residência no bairro Messejana, onde deram cumprimento ao mandado e localizaram uma quantidade de pó branco semelhante à cocaína, duas balanças de precisão e um VW Gol. Sob escolta, o suspeito seguiu até um imóvel abandonado no Centro, que serviria de base para o cometimento de crimes na região central. Lá, os policiais prenderam Breno dos Santos Pereira (20), que responde um Termo Circunstanciado de Ocorrência por receptação, e encontraram uma pistola .40, um carregador de pistola, 18 munições .40, um revólver calibre 38 e mais cinco munições de mesmo calibre. Ambos os suspeitos foram apresentados na sede do DHPP, em Fortaleza.
“Menor” foi indiciado por homicídio qualificado por motivo torpe, fútil e pela utilização de recurso que impossibilitou a defesa da vítima. Os suspeitos vão responder ainda por integrarem organização criminosa. “Menor” foi autuado por organização criminosa e tráfico de drogas, enquanto Breno foi autuado em flagrante por organização criminosa e posse irregular de arma de fogo de uso restrito. A Polícia Civil segue investigando outros delitos associados à atuação dos suspeitos na região do Centro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário