terça-feira, 13 de novembro de 2018

Celebração especial marca o aniversário da Deam/Brotas





Para celebrar os 32 anos da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), de Brotas, um evento especial foi organizado, no Instituto Feminino da Bahia, na manhã desta terça-feira (13). Palestras, coquetel e uma apresentação musical, integraram a programação.
A celebração, organizada pela titular da especializada, delegada Heleneci Nascimento, em conjunto com a equipe da unidade, foi marcada pela presença de autoridades como a responsável pela Secretaria de Políticas para as Mulheres da Bahia, secretária Julieta Palmeira, representantes da Ronda Maria da Penha, da Polícia Militar, dentre outros.
De acordo com a diretora do Departamento de Polícia Metropolitana (Depom), delegada Fernanda Porfírio, o papel da especializada é fundamental na estrutura do trabalho da Polícia Judiciária. “Essa tarefa de um atendimento diferenciado dado pelas Deams, às mulheres em situação de violência, é essencial para nossa sociedade”, ressaltou a diretora.
A presidente da Comissão da Mulher da Ordem dos Advogados do Brasil, na Bahia, Andrea Marques, que ministrou palestra sobre temas relacionados à legislação e o combate à violência contra mulher, agradeceu o convite e destacou a importância desta delegacia. “Precisamos desses órgãos no enfretamento à violência”, comentou Andrea. Também palestrou a advogada Daniela Portugal, doutora em Direito Penal e professora da Universidade Federal da Bahia (UFba).
Para a titular da Deam/Brotas, o dia foi de festa, principalmente pelos resultados positivos que tem sido alcançados pela unidade. “Já nos aproximamos de três mil inquéritos remetidos a Justiça, só nesse ano, além dos 3.535 atendimentos psicossociais, prisões em flagrante e mandados cumpridos”, destacou a delegada Heleneci.
Uma viatura nova que será incorporada a frota, plotada com o selo da Deam, também foi entregue na ocasião. Durante o evento ainda foi lembrado que 13 de novembro foi instituído como Dia Estadual de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher.
Ascom-PC/Daza Moreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário