quarta-feira, 24 de outubro de 2018

Estelionatários são presos sob suspeita de subtraírem cerca de R$ 400 mil em golpes





Um esquema fraudulento, que já havia arrecadado mais de R$ 400 mil, em Fortaleza, foi desarticulado após uma investigação da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), por meio do 2° Distrito Policial (DP). Os detalhes foram repassados em coletiva de imprensa, na sede da delegacia distrital, nesta segunda-feira (22). Duas pessoas foram presas e um vasto material, como cheques, cartões bancários e documentos falsos, foram apreendidos. O carro utilizado pelos suspeitos foi localizado pela equipe do 2º DP, após informações colhidas por meio do Sistema Policial Indicativo de Abordagem (Spia).
De acordo com o delegado Carlos Teófilo, as investigações duraram cerca de três meses e, até o momento, três pessoas já procuraram a Polícia Civil para noticiar os casos. O ‘modus operandi’ da dupla consistia em contatara vítima sob o argumento que o cartão dela foi clonado. Diante disso, o suspeito pedia para a pessoa quebrar o cartão, que um representante da instituição financeira compareceria à casa do cliente para recolhê-lo.Quando o estelionatário chegava à casa da vítima, a pessoa desconfiava que se tratava de uma fraude, mas era ludibriada pelo suspeito, que pedia para ela entrar em contato com o número no verso do cartão, para esclarecer qualquer dúvida. Nesse momento, uma segunda pessoa utilizava de um equipamento que desviava a ligação feita pela pessoa, para um número em que um segundo integrante criminoso atendia e convencia o cliente da legitimidade da ação. Depois, já em posse de tal documento, os suspeitos sacavam dinheiro, efetuavam pagamentos e transferiam valores para outras contas.
Por meio das diligências, a Polícia Civil identificou Romário Lima Sousa (29) – natural do Estado do Amapá – e Anchieta Diniz Marques (30), – natural do Estado do Maranhão – ambos sem antecedentes no Ceará. A dupla se deslocava em uma Toyota Hilux, que foi localizada por meio dos sensores do Spia, transitando pelas ruas da cidade de Eusébio (AIS 13). Com isso, a Polícia Civil fez o acompanhamento do carro até as ruas do bairro Jardim das Oliveiras (AIS 07) em Fortaleza, onde em um posto de combustíveis, foi realizada a abordagem. No interior do carro, foram apreendidos cheques, cartões de créditos com nomes de várias pessoas e documentos falsos.



Após as prisões, os policiais civis se deslocaram até imóveis pertencentes aos indivíduos, onde foram apreendidos outros materiais, como extratos bancários e dois equipamentos de telecomunicação, semelhantes a centrais telefônicas, que eram utilizados para desviar as ligações das vítimas. A dupla foi encaminhada ao 2° DP, onde foi autuada por estelionato, associação criminosa e na Lei de Crimes de Lavagem e Ocultação de Bens. Anchieta foi indiciado ainda por falsificação de documento público. A Polícia Civil investiga agora o envolvimento de outras pessoas no bando criminoso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário