sexta-feira, 26 de outubro de 2018

Dema investiga processo de desvio de curso do Rio Vermelho provocado por desmatamento


O titular da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema), delegado Luziano Severino de Carvalho, realizou entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira (25), na qual falou sobre as investigações em curso acerca de crimes ambientais que teriam por resultado o desvio de curso do Rio Vermelho, em um trecho próximo a Britânia, no Noroeste Goiano.
De acordo com a autoridade policial, as práticas, sobretudo, de desmatamento seriam as responsáveis por alterações no curso do manancial hídrico cujo principal resultado seria o secamento do Lago do Tigre, que centraliza uma das únicas áreas lacustres de formação natural do estado. O desvio ocorreria a 15 quilômetros do município goiano. “Nossa intenção é fazer o leito do Rio Vermelho voltar a seu curso normal”, salienta o delegado Luziano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário