quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Ministério Público denuncia grupo que roubou R$30 milhões em fraudes bancárias



O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) apresentou nesta semana denúncia à Justiça contra 45 integrantes de uma organização criminosa nacional responsável por fraudes bancárias superiores a 30 milhões de reais.
Realizadas por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO/MPRJ), essas denúncias fazem parte da segunda fase da operação Open Doors, iniciada em 2017, e são focadas nos “cérebros” da organização. “Aqueles que têm o domínio sobre o cometimento dos crimes – os chamados ‘hackers’, além de pessoas relacionadas à lavagem de dinheiro e outras funções operacionais”, afirma o órgão sobre os acusados nesta nova etapa.
De acordo com a Agência Brasil, foram cumpridos 30 mandados de prisão contra a organização criminosa nesta segunda-feira, 17/9, que também teria realizado lavagem de dinheiro para ocultar a origem do dinheiro.
Conforme estimativa do Ministério Público, o grupo roubou mais de 30 milhões de reais de contas bancárias entre 2016 e 2016 por meio de transações fraudulentas nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Minas Gerais, Santa Catarina e Bahia.
www.idgnow.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário