segunda-feira, 6 de agosto de 2018

Lava Jato: Delegados serão ouvidos por vazamento de grampo contra Lula

É destaque na coluna de Mônica Bergamo, nesta segunda (6), que a União convocou como testemunhas os principais delegados da Lava Jato para que sejam ouvidos em ação movida por Lula por causa de vazamento de grampos que atingem Marisa Letícia, morta em 2017, e outros familiares do ex-presidente.

"A Justiça concordou com o pedido e determinou a intimação de Igor Romário de Paula, Luciano Flores e Márcio Adriano Anselmo", diz a jornalista.

Pela lei das interceptações, diálogos que não interessem às investigações devem não apenas ser mantidos em sigilo, mas destruídos. Mas, no caso da família de Lula, os grampos foram divulgados à imprensa e, agora, os atingidos buscam que a União pague indenização por danos morais.

"Já a defesa pediu que fossem ouvidas duas noras do ex-presidente —Marlene Araújo Lula da Silva e Fátima Rega Cassaro da Silva. Por conversarem com a então sogra, elas também foram gravadas", acrescentou Bergamo.


Fonte: GGN

Nenhum comentário:

Postar um comentário